Mauro Beting ( @maurobetingoficial ) Instagram Profile

maurobetingoficial

Mauro Beting

Jovem Pan, Esporte Interativo, TNT, Space, Facebook Watch, UOL, PES 2019. Livros, filmes, palestras. Marido, pai, padrasto. Lavo, passo, como.

  • 5.8k posts
  • 389.6k followers
  • 1.9k following

Mauro Beting Profile Information

  • AUTUMN ALMANAC. Manual pro outono com THE KINKS na #radiocucamonga. Veja no story
  • AUTUMN ALMANAC. Manual pro outono com THE KINKS na #radiocucamonga. Veja no story
  •  250  4  6 hours ago

Advertisements

  • Até eventuais tretas de Ba-Vi passado conturbam ambiente no São Paulo. Discussão entre treinador que está interino e goleiro reserva vira fumaça em dia de jogo decisivo com o empate necessário em São Caetano, no belo gol de Anthony. 
Não está fácil a vida do São Paulo. Anda complicada e devidamente irritada a do torcedor bem acostumado a gritar campeão e que sofre a maior seca estadual, e também falta de outros títulos desde 2012 e times confiáveis desde 2016. E ainda assim aquele foi surpreendente semifinalista de Libertadores depois de atuações bizarras nada fases preliminares. (Texto completo no blog no @uolesporte a partir de 12h)
  • Até eventuais tretas de Ba-Vi passado conturbam ambiente no São Paulo. Discussão entre treinador que está interino e goleiro reserva vira fumaça em dia de jogo decisivo com o empate necessário em São Caetano, no belo gol de Anthony.
    Não está fácil a vida do São Paulo. Anda complicada e devidamente irritada a do torcedor bem acostumado a gritar campeão e que sofre a maior seca estadual, e também falta de outros títulos desde 2012 e times confiáveis desde 2016. E ainda assim aquele foi surpreendente semifinalista de Libertadores depois de atuações bizarras nada fases preliminares. (Texto completo no blog no @uolesporte a partir de 12h)
  •  316  6  7 hours ago
  • Avelar ressurge. Ele e o Corinthians. Com cara de time. Ou melhor. De alguns times com variações táticas interessantes por ter o treinador mais opções agora do que em 2017. Não parece ter mais time que aquele. Pode não ganhar tudo que conquistou há dois anos. Mas tem elenco com mais qualidade e quantidade para suprir o treinador. E superar as limitações, os problemas defensivos, e dar caldo. Como Avelar agora cala cornetas e azara apostas indevidas com o nome dele. (Texto completo no blog no @uolesporte)
  • Avelar ressurge. Ele e o Corinthians. Com cara de time. Ou melhor. De alguns times com variações táticas interessantes por ter o treinador mais opções agora do que em 2017. Não parece ter mais time que aquele. Pode não ganhar tudo que conquistou há dois anos. Mas tem elenco com mais qualidade e quantidade para suprir o treinador. E superar as limitações, os problemas defensivos, e dar caldo. Como Avelar agora cala cornetas e azara apostas indevidas com o nome dele. (Texto completo no blog no @uolesporte)
  •  368  22  8 hours ago

Advertisements

  • Palmeiras já classificado como segunda  campanha contra a Ponte Preta que merecia melhor sorte por ser a sexta da geral - mas eliminada pelo regulamento esdrúxulo. O promissor
Vitão estreando, Leo Passos tendo chance depois de 40 anos na base, Lucas Esteves entrando no fim, Raphael Veiga fazendo o gol da vitória, Lucas Lima fazendo pouco, Carlos Eduardo de centroavante se lesionando, jogo que parecia se arrastar por 90 anos mais do que 90 minutos enquanto esperamos mais uma vez o Novorizontino vice paulista de 1990 nas quartas.

Mas o que teve de melhor na última noite de verão iluminado pela bela lua escondida pela chuva foi essa senhora de 90 anos no Allianz Parque. Nascida no ano do Crash da Bolsa de Nova York. Antes da ascensão de Vargas na Revolução de 1930. Quando o Palmeiras ainda era Palestra. Allianz Parque ainda era Parque Antárctica. A Ponte já tinha 29 anos. O Palmeiras ainda era debutante de 15. 
Mas com o mesmo pique dela aos 90. Com o mesmo espírito nosso com 104 anos. 
Foi jogo pra cumprir tabela e fechar ciclo. Chato. Monótono. Modorrento. 
Pra ela, pelo visto, não. E é por ela que a gente precisa jogar e fazer mais. É pela eternidade que ela inspira aos 90 que temos que todos transpirar mais nos 90 minutos. Para chegar aos 90 anos como se tivéssemos 90 semanas. 
Verissimo já escreveu que não existe modo adulto e maduro de torcer. É isso. E quanto mais nos sentirmos como ela, por mais tempo seguiremos com nosso time de infância. Para todas as idades. 
Ganhamos o jogo. Mas acho que todos vamos ganhar muito mais se soubermos vibrar assim nos 90. (Obrigado, @teca_schu, pelo vídeo. Grato, @ademirquintino, pela ponte - que não foi Preta, mas é sempre viaduto alvinegro).
  • Palmeiras já classificado como segunda campanha contra a Ponte Preta que merecia melhor sorte por ser a sexta da geral - mas eliminada pelo regulamento esdrúxulo. O promissor
    Vitão estreando, Leo Passos tendo chance depois de 40 anos na base, Lucas Esteves entrando no fim, Raphael Veiga fazendo o gol da vitória, Lucas Lima fazendo pouco, Carlos Eduardo de centroavante se lesionando, jogo que parecia se arrastar por 90 anos mais do que 90 minutos enquanto esperamos mais uma vez o Novorizontino vice paulista de 1990 nas quartas.

    Mas o que teve de melhor na última noite de verão iluminado pela bela lua escondida pela chuva foi essa senhora de 90 anos no Allianz Parque. Nascida no ano do Crash da Bolsa de Nova York. Antes da ascensão de Vargas na Revolução de 1930. Quando o Palmeiras ainda era Palestra. Allianz Parque ainda era Parque Antárctica. A Ponte já tinha 29 anos. O Palmeiras ainda era debutante de 15.
    Mas com o mesmo pique dela aos 90. Com o mesmo espírito nosso com 104 anos.
    Foi jogo pra cumprir tabela e fechar ciclo. Chato. Monótono. Modorrento.
    Pra ela, pelo visto, não. E é por ela que a gente precisa jogar e fazer mais. É pela eternidade que ela inspira aos 90 que temos que todos transpirar mais nos 90 minutos. Para chegar aos 90 anos como se tivéssemos 90 semanas.
    Verissimo já escreveu que não existe modo adulto e maduro de torcer. É isso. E quanto mais nos sentirmos como ela, por mais tempo seguiremos com nosso time de infância. Para todas as idades.
    Ganhamos o jogo. Mas acho que todos vamos ganhar muito mais se soubermos vibrar assim nos 90. (Obrigado, @teca_schu, pelo vídeo. Grato, @ademirquintino, pela ponte - que não foi Preta, mas é sempre viaduto alvinegro).
  •  8,139  192  15 hours ago
  • Uncle Arthur. Primeira canção do primeiro disco de David Bowie. De um grande 1967 de Sgt Pepper’s, e do Robertão e Taça Brasil. #radiocucamonga tá de volta no stories. Hoje tem @jovempansportsoficial
  • Uncle Arthur. Primeira canção do primeiro disco de David Bowie. De um grande 1967 de Sgt Pepper’s, e do Robertão e Taça Brasil. #radiocucamonga tá de volta no stories. Hoje tem @jovempansportsoficial
  •  307  8  20 March, 2019

Advertisements

  • Olha só o que o Antonio Freitas da @jovempansportsoficial me deu. Olha só o que vai pra minha parede da memória do meu escritório
  • Olha só o que o Antonio Freitas da @jovempansportsoficial me deu. Olha só o que vai pra minha parede da memória do meu escritório
  •  532  15  20 March, 2019
  • Pelé x rapa. No blog no @uolesporte
  • Pelé x rapa. No blog no @uolesporte
  •  1,480  23  20 March, 2019
  • Ouve só o @estevanciccone mandando muito bem também como narrador como mandava como comentarista, apresentador e repórter. Escola ótima que dá aula.
  • Ouve só o @estevanciccone mandando muito bem também como narrador como mandava como comentarista, apresentador e repórter. Escola ótima que dá aula.
  •  656  23  19 March, 2019
  • @mauricionoriega_oficial acabou de postar algo que este ignaro que vos Instagra não sabia. João Carlos Marinho nos deixou no domingo, aos 83 anos. E como eu não sabia da partida de meu veterano de Arcadas do Direito da USP? GÊNIO DO CRIME, como escreveu o Cabeza, era para aprender a gostar de ler. Não só porque misturava ação, suspense e futebol. Mas porque ensinava a ter prazer com a leitura para jovens. Uma aula de simplicidade e identificação. Genial não pro crime. Mas pra impedir o crime que é não gostar de ler. Já são 50 anos desse clássico que tem que ser lido ao lado de Machado. Não pra substituir. Mas pra fazer a gente gostar mais de quem sabe contar história. 
Tinha me prometido escrever sobre ele nestes 50 anos do lançamento da obra que tem mais de um milhão de livros em 62 edições. Não deu. Mas cada lembrança vale como figurinha carimbada. E valeu cada noite que li pros meus filhos o livro inteiro depois de OS MENINOS DA RUA PAULO. Não sei se eles lembram deles. Mas eu jamais esqueço aquelas noites antes de dormir com o @lucabeting e o @gabriel_beting. 
Ou melhor: antes de sonhar com eles. 
PS: Leia também CANECO DE PRATA. Bela e engraçada aventura da mesma Turma do Gordo.
  • @mauricionoriega_oficial acabou de postar algo que este ignaro que vos Instagra não sabia. João Carlos Marinho nos deixou no domingo, aos 83 anos. E como eu não sabia da partida de meu veterano de Arcadas do Direito da USP? GÊNIO DO CRIME, como escreveu o Cabeza, era para aprender a gostar de ler. Não só porque misturava ação, suspense e futebol. Mas porque ensinava a ter prazer com a leitura para jovens. Uma aula de simplicidade e identificação. Genial não pro crime. Mas pra impedir o crime que é não gostar de ler. Já são 50 anos desse clássico que tem que ser lido ao lado de Machado. Não pra substituir. Mas pra fazer a gente gostar mais de quem sabe contar história.
    Tinha me prometido escrever sobre ele nestes 50 anos do lançamento da obra que tem mais de um milhão de livros em 62 edições. Não deu. Mas cada lembrança vale como figurinha carimbada. E valeu cada noite que li pros meus filhos o livro inteiro depois de OS MENINOS DA RUA PAULO. Não sei se eles lembram deles. Mas eu jamais esqueço aquelas noites antes de dormir com o @lucabeting e o @gabriel_beting.
    Ou melhor: antes de sonhar com eles.
    PS: Leia também CANECO DE PRATA. Bela e engraçada aventura da mesma Turma do Gordo.
  •  566  18  19 March, 2019