#primeirainfancia Instagram Photos & Videos

primeirainfancia - 91.9k posts

Hashtag Popularity

13.2
average comments
296.1
average likes

Latest #primeirainfancia Posts

  • Há mães q querem proteger os filhos de tudo. E eu já fui essa mãe. Há mães q querem q os filhos realizem tudo, até os sonhos da própria mãe. Eu quero q meu filho tenha todas as experiências possíveis. Experiências q lhe garanta viver, compartilhar, conviver, brincar, se conhecer, explorar e participar. Boas, ruins, pq a gente aprende em todo tempo. Mas é muito difícil pensar no q proporcionar, respeitando seu temperamento, estilo, vontade e  individualidade. Quero q o Théo pratique um esporte, q goste e tenha aptidão. Que aprenda um instrumento q tenha vontade e habilidade. Quero levá-lo p conhecer o mundo, as culturas e toda diversidade q existe. Mas q em todas as possibilidades q eu pensar, eu de fato pense nele. Não em mim, nos meus sonhos ou frustrações. Que eu possa proporcionar de fato momentos de aprendizagem, de prazer, de brincadeira, de descoberta. Que eu nunca esqueça q ele é criança, e que a maior experiência dele acontece na infância !
.
.
#primeirainfancia
#infanciareal
#paisefilhos 
#maedotheoblog
#viladascoresbh
  • Há mães q querem proteger os filhos de tudo. E eu já fui essa mãe. Há mães q querem q os filhos realizem tudo, até os sonhos da própria mãe. Eu quero q meu filho tenha todas as experiências possíveis. Experiências q lhe garanta viver, compartilhar, conviver, brincar, se conhecer, explorar e participar. Boas, ruins, pq a gente aprende em todo tempo. Mas é muito difícil pensar no q proporcionar, respeitando seu temperamento, estilo, vontade e individualidade. Quero q o Théo pratique um esporte, q goste e tenha aptidão. Que aprenda um instrumento q tenha vontade e habilidade. Quero levá-lo p conhecer o mundo, as culturas e toda diversidade q existe. Mas q em todas as possibilidades q eu pensar, eu de fato pense nele. Não em mim, nos meus sonhos ou frustrações. Que eu possa proporcionar de fato momentos de aprendizagem, de prazer, de brincadeira, de descoberta. Que eu nunca esqueça q ele é criança, e que a maior experiência dele acontece na infância !
    .
    .
    #primeirainfancia
    #infanciareal
    #paisefilhos
    #maedotheoblog
    #viladascoresbh

  •  3  0  2 hours ago
  • ▶️Quando uma criança evidencia que, habitualmente, pai, mãe ou cuidador a consola quando chora; que, quando requer atenção ou se machuca alguém a responde; que suas necessidades físicas (sono, fome, higiene...) são atendidas a contento, ela desenvolve um “apego seguro”.
.
▶️Ela tem a experiência do atendimento e a segurança de que será atendida e, portanto, chora relativamente pouco, dorme e se alimenta bem e consolá-la fica cada vez mais fácil e rápido. .
🔍Na cama compartilhada, há um fator que deve ser considerado para o bem-estar, equilíbrio e para aumentar as chances de disponibilidade emocional para a criação com apego: a satisfação fisiológica de sono dos cuidadores, geralmente pai e mãe.
.
👉Assim, não é porque o Marcos Piangers faz/fez cama compartilhada  que você deve fazer também, se isso NÃO funciona na sua família. Se você, seu parceiro, e muito menos o bebê/criança DORMEM satisfatoriamente.
.
👌Não estou criticando o uso da cama compartilhada e acho ele um belo exemplo de pai que contribui para educação emocional dos filhos, numa sociedade em que isso, geralmente, fica somente nas mãos das mães.
.
📌Você pode e deve criar com apego, mas não necessita fazer cama compartilhada, REPITO, se isso não for do seu desejo ou não estiver funcionando na sua família.
.
☑️Sempre digo que, depois que o bebê nasce, o próximo maior desafio da família após  a amamentação, é ensinar o bebê a dormir.
.
💡Simmmm, é necessário ensinar o bebê a dormir e de forma correta, sem vícios, traumas e desconexão!! .
📌Existem técnicas, ferramentas, dicas, suporte, tudo com muito apego. .
👌Eu posso te ajudar! .
.
📖Bora estudar para bem educar?! Vem comigo! .
👍💬Curta e comente como está o sono na sua casa!! #criaçãocomapego
#camacompartilhada
#sonodobebe
#coachdepais
#disciplinapositiva
#educarcomrespeito
#primeirainfancia
#cnv
#mentoriafamiliar
#mentoriaonline
#coachparental
  • ▶️Quando uma criança evidencia que, habitualmente, pai, mãe ou cuidador a consola quando chora; que, quando requer atenção ou se machuca alguém a responde; que suas necessidades físicas (sono, fome, higiene...) são atendidas a contento, ela desenvolve um “apego seguro”.
    .
    ▶️Ela tem a experiência do atendimento e a segurança de que será atendida e, portanto, chora relativamente pouco, dorme e se alimenta bem e consolá-la fica cada vez mais fácil e rápido. .
    🔍Na cama compartilhada, há um fator que deve ser considerado para o bem-estar, equilíbrio e para aumentar as chances de disponibilidade emocional para a criação com apego: a satisfação fisiológica de sono dos cuidadores, geralmente pai e mãe.
    .
    👉Assim, não é porque o Marcos Piangers faz/fez cama compartilhada que você deve fazer também, se isso NÃO funciona na sua família. Se você, seu parceiro, e muito menos o bebê/criança DORMEM satisfatoriamente.
    .
    👌Não estou criticando o uso da cama compartilhada e acho ele um belo exemplo de pai que contribui para educação emocional dos filhos, numa sociedade em que isso, geralmente, fica somente nas mãos das mães.
    .
    📌Você pode e deve criar com apego, mas não necessita fazer cama compartilhada, REPITO, se isso não for do seu desejo ou não estiver funcionando na sua família.
    .
    ☑️Sempre digo que, depois que o bebê nasce, o próximo maior desafio da família após a amamentação, é ensinar o bebê a dormir.
    .
    💡Simmmm, é necessário ensinar o bebê a dormir e de forma correta, sem vícios, traumas e desconexão!! .
    📌Existem técnicas, ferramentas, dicas, suporte, tudo com muito apego. .
    👌Eu posso te ajudar! .
    .
    📖Bora estudar para bem educar?! Vem comigo! .
    👍💬Curta e comente como está o sono na sua casa!! #criaçãocomapego
    #camacompartilhada
    #sonodobebe
    #coachdepais
    #disciplinapositiva
    #educarcomrespeito
    #primeirainfancia
    #cnv
    #mentoriafamiliar
    #mentoriaonline
    #coachparental

  •  6  0  4 hours ago
  • Na terça-feira (12) nós da equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) participamos de uma atividade na Escola Municipal Ranulfo Domiciano dos Santos, em Encarnação de Salinas da Margarida (BA). A tarde bastante foi descontraída e também contou com a presença das Agentes Comunitárias de Saúde da UBS e do Cirurgião Dentista.

A equipe NASF interferiu fazendo algumas orientações sobre alimentação saudável e a prática de atividade física na primeira infância. Ainda na ocasião brincamos um pouco, exercitando a mente e a expressão corporal. As ações fazem parte do Programa Saúde na Escola (PSE). Seguem registros: 
#sus #nasf #atencaobasica #saude #primeirainfancia #pse #salinasdemargarida @salinasdamargarida.ba @saudesalinas
  • Na terça-feira (12) nós da equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) participamos de uma atividade na Escola Municipal Ranulfo Domiciano dos Santos, em Encarnação de Salinas da Margarida (BA). A tarde bastante foi descontraída e também contou com a presença das Agentes Comunitárias de Saúde da UBS e do Cirurgião Dentista.

    A equipe NASF interferiu fazendo algumas orientações sobre alimentação saudável e a prática de atividade física na primeira infância. Ainda na ocasião brincamos um pouco, exercitando a mente e a expressão corporal. As ações fazem parte do Programa Saúde na Escola (PSE). Seguem registros:
    #sus #nasf #atencaobasica #saude #primeirainfancia #pse #salinasdemargarida @salinasdamargarida.ba @saudesalinas

  •  8  0  4 hours ago
  • Sente que a comunicação do seu filho não é clara ou objetiva o suficiente? Ou ainda, que ele tem muitos bloqueios com a fala? No vídeo busquei trazer algumas sugestões fáceis e que podem melhorar muita a comunicação da sua criança. E aí? Prontos para darem as mãos aos pequenos e juntos atingirem avanços substanciais?
  • Sente que a comunicação do seu filho não é clara ou objetiva o suficiente? Ou ainda, que ele tem muitos bloqueios com a fala? No vídeo busquei trazer algumas sugestões fáceis e que podem melhorar muita a comunicação da sua criança. E aí? Prontos para darem as mãos aos pequenos e juntos atingirem avanços substanciais?

  •  9  1  5 hours ago
  • Vivência pedagógica : A Culinária - As crianças participando do processo de preparação do sanduíche maluco , aprendendo  as formas geométricas com uma alimentação saudável e depois degustar o resultado da elaboração!!🥪😋🤩🤩
#UnidadeVovóLira
#primeirainfancia 
#orgulhodefazerparte
  • Vivência pedagógica : A Culinária - As crianças participando do processo de preparação do sanduíche maluco , aprendendo as formas geométricas com uma alimentação saudável e depois degustar o resultado da elaboração!!🥪😋🤩🤩
    #UnidadeVovóLira
    #primeirainfancia
    #orgulhodefazerparte

  •  13  1  5 hours ago
  • O encantamento da descoberta!
Aos olhos de uma criança tudo é novo, tudo é possível! Cada criança nos recupera esse olhar. Nosso papel é as proteger enquanto elas enxergam que o mundo é bom, na primeira infância.
⠀
Segundo Rudolf Steiner, a criança precisa sentir, vivenciar que:
⠀
- o mundo é bom, até os 7 anos;
- o mundo é belo, dos 7 aos  14 anos;
- o mundo é verdadeiro, dos 14 aos 21 anos.
⠀
Que possamos retomar o bom, o belo e o verdadeiro em nós através de nossos filhos, ressignificando aquelas vezes que não tivemos essas vivências em nossa própria infância.
⠀
🤗😘😍 Caroline Lampe Kowalski Machado - Psicóloga Clínica - CRP 12/10806
⠀
#rudolfsteiner #antroposofia #paternidadeativa #paternar #psicólogademãe #carolinekowalski #primeirainfancia
⠀
  • O encantamento da descoberta!
    Aos olhos de uma criança tudo é novo, tudo é possível! Cada criança nos recupera esse olhar. Nosso papel é as proteger enquanto elas enxergam que o mundo é bom, na primeira infância.

    Segundo Rudolf Steiner, a criança precisa sentir, vivenciar que:

    - o mundo é bom, até os 7 anos;
    - o mundo é belo, dos 7 aos 14 anos;
    - o mundo é verdadeiro, dos 14 aos 21 anos.

    Que possamos retomar o bom, o belo e o verdadeiro em nós através de nossos filhos, ressignificando aquelas vezes que não tivemos essas vivências em nossa própria infância.

    🤗😘😍 Caroline Lampe Kowalski Machado - Psicóloga Clínica - CRP 12/10806

    #rudolfsteiner #antroposofia #paternidadeativa #paternar #psicólogademãe #carolinekowalski #primeirainfancia

  •  3  0  6 hours ago
  • Adaptação DIY de um joguinho muito fofo que tem no Ali. Usei biscuit para confeccionar as abelhinhas, feltro para as asinhas, esmalte branco para os olhos. As partes em preto foram feitas com caneta permanente. Usei um retalho de MDF para base e capsulinhas de café expresso para a "colmeia". A pinça foi feita com pregador e palito de picolé. Ufa 😅... gastei no total R$1,50 (apenas com biscuit) pq tinha sobras de material em casa (casa de professora metida a artesã 😁)
O ideal é fazer as abelhinhas coloridas e pintar os copinhos para trabalhar cores e pareamento das cores, mas como nunca usei biscuit,  não me aventurei a tingir a massa e nem fazer a louca e sair comprando material de monte 😆
Desse modo a atividade fica limitada ao equilíbrio e ao uso de ferramentas para manusear o objeto. 
@brincriarte

#montessori #tampinhas #brinquedodesucata #brinquedosebrincadeiras #reaproveitamento #educaçãoinfantil #primeirainfancia #filha #criaçãocomapego #sucata #eva #jogos
  • Adaptação DIY de um joguinho muito fofo que tem no Ali. Usei biscuit para confeccionar as abelhinhas, feltro para as asinhas, esmalte branco para os olhos. As partes em preto foram feitas com caneta permanente. Usei um retalho de MDF para base e capsulinhas de café expresso para a "colmeia". A pinça foi feita com pregador e palito de picolé. Ufa 😅... gastei no total R$1,50 (apenas com biscuit) pq tinha sobras de material em casa (casa de professora metida a artesã 😁)
    O ideal é fazer as abelhinhas coloridas e pintar os copinhos para trabalhar cores e pareamento das cores, mas como nunca usei biscuit, não me aventurei a tingir a massa e nem fazer a louca e sair comprando material de monte 😆
    Desse modo a atividade fica limitada ao equilíbrio e ao uso de ferramentas para manusear o objeto.
    @brincriarte

    #montessori #tampinhas #brinquedodesucata #brinquedosebrincadeiras #reaproveitamento #educaçãoinfantil #primeirainfancia #filha #criaçãocomapego #sucata #eva #jogos

  •  2  1  6 hours ago
  • Sua criança apresenta dificuldades na escola por problemas emocionais ? E por aí vocês possuem rotina de estudos ?

Nesse vídeo eu e a Bianca (@umamaepedagoga) respondemos sobre isso.

Toda segunda abrimos a caixa de perguntas nos stores para que você tenha a oportunidade de tirar uma dúvida sua sobre qualquer assunto relacionado ao desenvolvimento infantil. Então se você quer ter a sua pergunta respondida por nós, fique ligadinhos nos nossos stores.

E aí, esse assunto te interessa?
@dengodemamae
  • Sua criança apresenta dificuldades na escola por problemas emocionais ? E por aí vocês possuem rotina de estudos ?

    Nesse vídeo eu e a Bianca (@umamaepedagoga) respondemos sobre isso.

    Toda segunda abrimos a caixa de perguntas nos stores para que você tenha a oportunidade de tirar uma dúvida sua sobre qualquer assunto relacionado ao desenvolvimento infantil. Então se você quer ter a sua pergunta respondida por nós, fique ligadinhos nos nossos stores.

    E aí, esse assunto te interessa?
    @dengodemamae

  •  19  4  6 hours ago
  • É por isso que defendemos a Primeira infância com música e que queremos levar a educação musical para as crianças que hoje não têm acesso. Faça parte da nossa rede e ajude a realizar esse sonho. 
#Repost @acasadosom_escola with @get_repost
・・・
A educação musical na primeira infância tem papel importante no desenvolvimento da fala, que se dá nessa fase da vida! Ofereça música e e educação musical para a sua criança. Faz a diferença!
  • É por isso que defendemos a Primeira infância com música e que queremos levar a educação musical para as crianças que hoje não têm acesso. Faça parte da nossa rede e ajude a realizar esse sonho.
    #Repost @acasadosom_escola with @get_repost
    ・・・
    A educação musical na primeira infância tem papel importante no desenvolvimento da fala, que se dá nessa fase da vida! Ofereça música e e educação musical para a sua criança. Faz a diferença!

  •  6  1  6 hours ago
  • A educação musical na primeira infância tem papel importante no desenvolvimento da fala, que se dá nessa fase da vida! Ofereça música e e educação musical para a sua criança. Faz a diferença!
  • A educação musical na primeira infância tem papel importante no desenvolvimento da fala, que se dá nessa fase da vida! Ofereça música e e educação musical para a sua criança. Faz a diferença!

  •  8  1  6 hours ago
  • Hoje foi dia de monitoramento do Programa Criança Feliz-PCF/AP em Santana. A consultora da UNESCO Gildene Carvalho , acompanhou a equipe neste memorável momento. Participou também A gestão da Secretaria Municipal de Assistência, também participou. Falamos sobre os avanços do Programa no município para imprensa local. #primeirainfancia 🤝💥🌺
  • Hoje foi dia de monitoramento do Programa Criança Feliz-PCF/AP em Santana. A consultora da UNESCO Gildene Carvalho , acompanhou a equipe neste memorável momento. Participou também A gestão da Secretaria Municipal de Assistência, também participou. Falamos sobre os avanços do Programa no município para imprensa local. #primeirainfancia 🤝💥🌺

  •  25  0  6 hours ago
  • Abordagem Pikler.

O bebê experimenta, se  aventura, descobre tocando e  cheirando,  reproduz, coordena cada descoberta  à medida que segue seu caminho.
Essa afirmação mostra a necessidade  de respeitarmos  todas as manifestações espontâneas do bebê, a ordem e o ritmo de seus aparecimentos. 
A continuidade desse processo, em que o bebê é protagonista, aponta para o significado de que o exercício de cada passo, não apenas prepara, mas serve de base para o passo seguinte. É extremamente importante não adiantar  esse processo interferindo ou expondo o bebê a posturas que ele ainda não descobriu sozinho ou que ainda não é capaz de adotar, retirando assim sua alegria de descobrir por si próprio e sentir segurança em suas próprias capacidades e todas as possibilidades de vivenciar as experiências... adiantar as posturas é adiantar os fracassos.
Pikler mostra a importância para o bebê de se beneficiar de três espaços de vida bem distintos, que se alimentam um do outro:
Cuidados corporais;
Motricidade livre;
Descanso, sono e alimentação;

Aqui no Pégasus respeitamos esse desenvolvimento,  nos colocamos como observadores atentos, dando suporte a todas essas descobertas dos bebês. 
Apresentamos também atividades lúdicas em que os bebês interagem entre si e com os objetos de forma  livre, sob o olhar atento das berçaristas
.
.
. .
#bercario #bebes #mae #pai #maternidade #paternidade #paisefilhos #escolainfantil #ensinoinfantil #primeirainfancia #disciplinapositiva #abordagempikler 
#freguesiadoo #saopaulo
  • Abordagem Pikler.

    O bebê experimenta, se aventura, descobre tocando e cheirando, reproduz, coordena cada descoberta à medida que segue seu caminho.
    Essa afirmação mostra a necessidade de respeitarmos todas as manifestações espontâneas do bebê, a ordem e o ritmo de seus aparecimentos.
    A continuidade desse processo, em que o bebê é protagonista, aponta para o significado de que o exercício de cada passo, não apenas prepara, mas serve de base para o passo seguinte. É extremamente importante não adiantar esse processo interferindo ou expondo o bebê a posturas que ele ainda não descobriu sozinho ou que ainda não é capaz de adotar, retirando assim sua alegria de descobrir por si próprio e sentir segurança em suas próprias capacidades e todas as possibilidades de vivenciar as experiências... adiantar as posturas é adiantar os fracassos.
    Pikler mostra a importância para o bebê de se beneficiar de três espaços de vida bem distintos, que se alimentam um do outro:
    Cuidados corporais;
    Motricidade livre;
    Descanso, sono e alimentação;

    Aqui no Pégasus respeitamos esse desenvolvimento, nos colocamos como observadores atentos, dando suporte a todas essas descobertas dos bebês.
    Apresentamos também atividades lúdicas em que os bebês interagem entre si e com os objetos de forma livre, sob o olhar atento das berçaristas
    .
    .
    . .
    #bercario #bebes #mae #pai #maternidade #paternidade #paisefilhos #escolainfantil #ensinoinfantil #primeirainfancia #disciplinapositiva #abordagempikler
    #freguesiadoo #saopaulo

  •  32  0  6 hours ago
  • Que pena que alguns querem colocar algo a mais pra ficar melhor e esquecem de que a "obra não é sua..."
‭😍Precisamos enxergar e  apreciar as produções feitas pelas próprias crianças🧒🏾👦🏿👶🏽👧🏻👧🏼👩🏼👩🏻.‬
O ambiente precisa ser construído por elas👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼.‬ #primeirainfancia  #crianca #infancia #infancias #atelie #pedagogia  #educacao  #experiencia #arteemmovimento
  • Que pena que alguns querem colocar algo a mais pra ficar melhor e esquecem de que a "obra não é sua..."
    ‭😍Precisamos enxergar e apreciar as produções feitas pelas próprias crianças🧒🏾👦🏿👶🏽👧🏻👧🏼👩🏼👩🏻.‬
    O ambiente precisa ser construído por elas👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼.‬ #primeirainfancia #crianca #infancia #infancias #atelie #pedagogia #educacao #experiencia #arteemmovimento

  •  14  3  7 hours ago
  • Está cansada do seu filho não cooperar? Quer ter um filho responsável, empático e participativo? Faça combinado junto com ele! É importante que vocês dois estejam de acordo e pensem na solução juntos. Na hora de cumprir o combinado, seja firme, mas não dê sermão. Seu filho irá acreditar na sua palavra, passará a respeitar, aprenderá a lidar com consequências das suas escolhas (não castigue, a consequência é natural) e resolverá  problemas. Além do exemplo do vídeo, vai mais um aqui do que seria a consequência. Não quis levar guarda-chuva e choveu? A consequência é se molhar, numa próxima ele escolhe se quer ou não correr o risco. A consequência de não levar guarda-chuva não é sermão ou alguma outra punição.
Converse, valide sentimentos, seja respeitoso e você colherá tudo isso de volta. Temos que nos autoeducar, somos exemplo e espelhos.

Gostou dessa dica? Marca a amiga aqui embaixo que vai gostar também e compartilhe um combinado feito aí na sua casa! Quero saber. :)
  • Está cansada do seu filho não cooperar? Quer ter um filho responsável, empático e participativo? Faça combinado junto com ele! É importante que vocês dois estejam de acordo e pensem na solução juntos. Na hora de cumprir o combinado, seja firme, mas não dê sermão. Seu filho irá acreditar na sua palavra, passará a respeitar, aprenderá a lidar com consequências das suas escolhas (não castigue, a consequência é natural) e resolverá  problemas. Além do exemplo do vídeo, vai mais um aqui do que seria a consequência. Não quis levar guarda-chuva e choveu? A consequência é se molhar, numa próxima ele escolhe se quer ou não correr o risco. A consequência de não levar guarda-chuva não é sermão ou alguma outra punição.
    Converse, valide sentimentos, seja respeitoso e você colherá tudo isso de volta. Temos que nos autoeducar, somos exemplo e espelhos.

    Gostou dessa dica? Marca a amiga aqui embaixo que vai gostar também e compartilhe um combinado feito aí na sua casa! Quero saber. :)

  •  6  2  7 hours ago
  • SEGUIDORA do @abracainfancia pergunta se as sementes entregues no dia da última contação de histórias com a @fadadalia_ligia no Parque são feijões mágicos. 😊✨🥔✨
.
A filha, uma criança de 2 anos e 6 meses, plantou o feijão e  a mãe ficou impressionada como cresceu rápido em apenas um dia 👉🏽 12h00 (Foto 1) e 18h00 (foto 2). As outras fotos são do plantio. 🌺 .
Contexto: Quem foi curtir a última contação de histórias no parque do Ibiraquera com a @fadadalia_ligia recebeu da turma do Abraça um pacotinho com sementes de feijão branco para as crianças plantarem em casa com a família. 
Venha no nosso próximo encontro encantado de contação de histórias e receba seu feijão mágico 🥰!✨
.
.
. "No reino vegetal, qualquer semente que é plantada e cuidada adequadamente cumpre perfeitamente seu propósito interno. No tempo certo, nascem suas raízes, caule, folhas, flores e frutos, cumprindo um planejamento interior próprio, ou seja, cumpre com êxito seu destino" (Margarita Valencia).
  • SEGUIDORA do @abracainfancia pergunta se as sementes entregues no dia da última contação de histórias com a @fadadalia_ligia no Parque são feijões mágicos. 😊✨🥔✨
    .
    A filha, uma criança de 2 anos e 6 meses, plantou o feijão e a mãe ficou impressionada como cresceu rápido em apenas um dia 👉🏽 12h00 (Foto 1) e 18h00 (foto 2). As outras fotos são do plantio. 🌺 .
    Contexto: Quem foi curtir a última contação de histórias no parque do Ibiraquera com a @fadadalia_ligia recebeu da turma do Abraça um pacotinho com sementes de feijão branco para as crianças plantarem em casa com a família.
    Venha no nosso próximo encontro encantado de contação de histórias e receba seu feijão mágico 🥰!✨
    .
    .
    . "No reino vegetal, qualquer semente que é plantada e cuidada adequadamente cumpre perfeitamente seu propósito interno. No tempo certo, nascem suas raízes, caule, folhas, flores e frutos, cumprindo um planejamento interior próprio, ou seja, cumpre com êxito seu destino" (Margarita Valencia).

  •  22  6  7 hours ago
  • Essa atividade é capaz de elevar a sensação de felicidade após sua realização, fato esse comprovado por estudos científicos! Vale ou não experimentar?!😍 A gratidão é uma das forças mais associadas à vida plena, tamanho seus benefícios! Aliás, há uma postagem somente sobre Gratidão aqui no Flor de Criança... Fica a dica de leitura.🌱 💡A dica de hoje é ótima para colocar em prática nesse feriado: a Cartinha de Gratidão. Confira nas imagens uma sugestão de como fazer. E, que tal, fazer uma sua também?💕 👉Continue acompanhando este canal e ampliando seu conhecimento! Dicas práticas de como aproveitar os saberes da Psicologia Positiva para potencializar a educação e desenvolvimento infantil!

#florescimentoinfantil
#psicologiapositiva
#primeirainfancia
#desenvolvimentoinfantil
#positivepsychology
#childflourishing 
#gratidão
  • Essa atividade é capaz de elevar a sensação de felicidade após sua realização, fato esse comprovado por estudos científicos! Vale ou não experimentar?!😍 A gratidão é uma das forças mais associadas à vida plena, tamanho seus benefícios! Aliás, há uma postagem somente sobre Gratidão aqui no Flor de Criança... Fica a dica de leitura.🌱 💡A dica de hoje é ótima para colocar em prática nesse feriado: a Cartinha de Gratidão. Confira nas imagens uma sugestão de como fazer. E, que tal, fazer uma sua também?💕 👉Continue acompanhando este canal e ampliando seu conhecimento! Dicas práticas de como aproveitar os saberes da Psicologia Positiva para potencializar a educação e desenvolvimento infantil!

    #florescimentoinfantil
    #psicologiapositiva
    #primeirainfancia
    #desenvolvimentoinfantil
    #positivepsychology
    #childflourishing
    #gratidão

  •  7  0  8 hours ago
  • Passando aqui pra avisar que na próxima segunda-feira vamos iniciar a VIII Semana do Bebê aqui em Campina Grande. Vai ser lá no auditório da @uninassau no bairro da Palmeira, às 14h. Não vai perder, hein! Faltam apenas 4 dias! #semanadobebe #unicef #vacina #primeirainfancia 👦🏽👧🏾👶🏽
  • Passando aqui pra avisar que na próxima segunda-feira vamos iniciar a VIII Semana do Bebê aqui em Campina Grande. Vai ser lá no auditório da @uninassau no bairro da Palmeira, às 14h. Não vai perder, hein! Faltam apenas 4 dias! #semanadobebe #unicef #vacina #primeirainfancia 👦🏽👧🏾👶🏽

  •  43  1  8 hours ago
  • Pátria amada Brasil! 🇧🇷
  • Pátria amada Brasil! 🇧🇷

  •  24  2  8 hours ago
  • Trabalhar com projetos requer por parte do educador escuta e sensibilidade.  Acredito na aprendizagem significativa e na interação entre o indivíduo e o ambiente como fonte de construção de conhecimento. Ao proporcionar situações em que as crianças são incentivadas à observação, comparação, expressão, inferência, comunicação, dentre outros artifícios e atitudes na discussão de fenômenos, estamos viabilizando que avancem em suas significações e modos de compreensão, além de enriquecer e elaborar o seu conhecimento. O trabalho com gráficos possibilita ao professor criar, em sua prática, situações do dia-a-dia e da sala de aula, encorajando as crianças a compreenderem o que estão vivenciando e familiarizando-as com a linguagem matemática, estabelecendo relações cognitivas entre conceitos da vida real e a linguagem da matemática formal.
.

#pedagogiadeprojetos #primeirainfancia #infância #educaçãodequalidade #escuta #pedagoga #escola #préescola #infância #inspiração #descobertas #desenvolvimentoinfantil #quintal #brincadeiras #brincar #pomar #proseandonopomar #aprendizagem
  • Trabalhar com projetos requer por parte do educador escuta e sensibilidade. Acredito na aprendizagem significativa e na interação entre o indivíduo e o ambiente como fonte de construção de conhecimento. Ao proporcionar situações em que as crianças são incentivadas à observação, comparação, expressão, inferência, comunicação, dentre outros artifícios e atitudes na discussão de fenômenos, estamos viabilizando que avancem em suas significações e modos de compreensão, além de enriquecer e elaborar o seu conhecimento. O trabalho com gráficos possibilita ao professor criar, em sua prática, situações do dia-a-dia e da sala de aula, encorajando as crianças a compreenderem o que estão vivenciando e familiarizando-as com a linguagem matemática, estabelecendo relações cognitivas entre conceitos da vida real e a linguagem da matemática formal.
    .

    #pedagogiadeprojetos #primeirainfancia #infância #educaçãodequalidade #escuta #pedagoga #escola #préescola #infância #inspiração #descobertas #desenvolvimentoinfantil #quintal #brincadeiras #brincar #pomar #proseandonopomar #aprendizagem

  •  135  2  8 hours ago
  • Eles crescem né? 😫💞 E aí mudou muito meu filhote? #minhacria #filho
  • Eles crescem né? 😫💞 E aí mudou muito meu filhote? #minhacria #filho

  •  348  13  8 hours ago
  • Olhaaaaa, quem trabalha com Linguagem, pra quem precisa estimular a linguagem, professores, pais, terapeutas, simpatizantes, precisam desse livro. 🍉

Livro "Caraminholas na Cachola", coleção Bem-me-quer, da Paula Furtado, editora @girassolbrasiledicoes. 🍉

Quem tem contato com crianças com dificuldade de linguagem sabe como é difícil pra eles entender as figuras de linguagem,  como ironias, metáforas. Como é difícil pra eles entender nas entrelinhas das frases e das expressões faciais e corporais. 🍉

A linguagem envolve muito mais do que uma frase dita. A linguagem envolve o corpo, a compreensão, a expressão, a recepção de tudo o que está em volta. 🍉

Não falo cientificamente, mas falo como mãe de duas crianças com suas dificuldades específicas de linguagem. Se falei besteira, desculpem-me. 🍉

Mas vamos à história... 🍉

O livro fala sobre um menino que escuta uma frase que a mãe disse conversando com outra pessoa, mas não entende a ironia contida naquelas palavras. Esse é o fio da meada pra que ele vá criando caraminholas na cachola, que vão aumentando e aumentando. 🍉

Além de trabalhar essas questões, também mostra pra criança como nós não podemos ficar criando achismos sobre as pessoas e situações à nossa volta, pq, nem sempre, é do jeito que a gente pensa. 🍉

Pesquisando sobre a autora, percebi que ela é neuropsicopedagoga. Tá explicada, então, a belezura desse texto. 🍉

Aahh e ele foi R$15. 🍉

Fica a dica! 🍉

#transtornododesenvolvimentodalinguagem #transtornodacomunicacaosocial #linguagem #dicadelivromelancia #dicadelivroinfantil #maequele #criancaquele #primeirainfancia #desenvolvimentoinfantil #estimulacaoinfantil
  • Olhaaaaa, quem trabalha com Linguagem, pra quem precisa estimular a linguagem, professores, pais, terapeutas, simpatizantes, precisam desse livro. 🍉

    Livro "Caraminholas na Cachola", coleção Bem-me-quer, da Paula Furtado, editora @girassolbrasiledicoes. 🍉

    Quem tem contato com crianças com dificuldade de linguagem sabe como é difícil pra eles entender as figuras de linguagem, como ironias, metáforas. Como é difícil pra eles entender nas entrelinhas das frases e das expressões faciais e corporais. 🍉

    A linguagem envolve muito mais do que uma frase dita. A linguagem envolve o corpo, a compreensão, a expressão, a recepção de tudo o que está em volta. 🍉

    Não falo cientificamente, mas falo como mãe de duas crianças com suas dificuldades específicas de linguagem. Se falei besteira, desculpem-me. 🍉

    Mas vamos à história... 🍉

    O livro fala sobre um menino que escuta uma frase que a mãe disse conversando com outra pessoa, mas não entende a ironia contida naquelas palavras. Esse é o fio da meada pra que ele vá criando caraminholas na cachola, que vão aumentando e aumentando. 🍉

    Além de trabalhar essas questões, também mostra pra criança como nós não podemos ficar criando achismos sobre as pessoas e situações à nossa volta, pq, nem sempre, é do jeito que a gente pensa. 🍉

    Pesquisando sobre a autora, percebi que ela é neuropsicopedagoga. Tá explicada, então, a belezura desse texto. 🍉

    Aahh e ele foi R$15. 🍉

    Fica a dica! 🍉

    #transtornododesenvolvimentodalinguagem #transtornodacomunicacaosocial #linguagem #dicadelivromelancia #dicadelivroinfantil #maequele #criancaquele #primeirainfancia #desenvolvimentoinfantil #estimulacaoinfantil

  •  34  1  8 hours ago
  • Depressões pós-parto: e os homens?
⠀
Falar sobre a depressão materna na perinatalidade não é lá muita novidade. Mas, e os homens? Uma pesquisa de 2010 apontou que a incidência desse sofrimento entre eles chega a 10% na população geral, taxa quase igual à constatada na população feminina - que não esteja em intensa vulnerabilidade social e econômica. 
Bem, se pensássemos que os homens estão tão imersos quanto as mulheres no evento que é chegada de um filho, talvez pudéssemos, bem antes, ter percebido esse sofrimento que os assola e que tem pouca autorização para ser dito.
⠀
Há uma diferença radical nessa experiência, que é o lugar do corpo: para a mulher, o corpo físico é atravessado pelos acontecimentos da gestação, do parto e da amamentação, o que tem muitas consequências. Para o homem, muitas vezes é preciso esperar a materialização do bebê fora da barriga para que a paternidade, de fato, comece. Sabe-se ainda que os casos de depressões paternas estão também correlacionados às depressões maternas, o que nos dá notícias de que tal sofrimento tem uma porção considerável que não é determinada somente pelas questões hormonais ou físicas. A perinatalidade é um evento familiar e, portanto, é imprescindível que se investigue sempre o contexto e o entorno quando há sofrimentos desta natureza. 
Alguns dados sobre a forma dessas depressões são curiosos. A maior parte delas acontece entre o 3º e o 6º mês de vida do bebê, momento que costuma coincidir com uma reorganização mental da mãe e quando, teoricamente, as depressões maternas tendem a regredir.
⠀
Confira o texto na íntegra no blog, em nosso site! (LINK NA BIO)
⠀
#abrincaderia #livrebrincar  #paisefilhos  #primeirainfancia #crianca #brincarlivre #posparto #paternidade #depressaoposparto
  • Depressões pós-parto: e os homens?

    Falar sobre a depressão materna na perinatalidade não é lá muita novidade. Mas, e os homens? Uma pesquisa de 2010 apontou que a incidência desse sofrimento entre eles chega a 10% na população geral, taxa quase igual à constatada na população feminina - que não esteja em intensa vulnerabilidade social e econômica.
    Bem, se pensássemos que os homens estão tão imersos quanto as mulheres no evento que é chegada de um filho, talvez pudéssemos, bem antes, ter percebido esse sofrimento que os assola e que tem pouca autorização para ser dito.

    Há uma diferença radical nessa experiência, que é o lugar do corpo: para a mulher, o corpo físico é atravessado pelos acontecimentos da gestação, do parto e da amamentação, o que tem muitas consequências. Para o homem, muitas vezes é preciso esperar a materialização do bebê fora da barriga para que a paternidade, de fato, comece. Sabe-se ainda que os casos de depressões paternas estão também correlacionados às depressões maternas, o que nos dá notícias de que tal sofrimento tem uma porção considerável que não é determinada somente pelas questões hormonais ou físicas. A perinatalidade é um evento familiar e, portanto, é imprescindível que se investigue sempre o contexto e o entorno quando há sofrimentos desta natureza.
    Alguns dados sobre a forma dessas depressões são curiosos. A maior parte delas acontece entre o 3º e o 6º mês de vida do bebê, momento que costuma coincidir com uma reorganização mental da mãe e quando, teoricamente, as depressões maternas tendem a regredir.

    Confira o texto na íntegra no blog, em nosso site! (LINK NA BIO)

    #abrincaderia #livrebrincar #paisefilhos #primeirainfancia #crianca #brincarlivre #posparto #paternidade #depressaoposparto

  •  22  3  9 hours ago

Top #primeirainfancia Posts

  • A Pedagogia Waldorf, desenvolvida por Rudolf Steiner, seria uma alternativa para a educação na nossa sociedade?⁣
⁣
O sistema de ensino atual mostra, em todos os lugares, a crise dos sistemas educacionais tradicionais que visam exclusivamente à formação do intelecto e à transmissão do conhecimento abstrato. ⁣

A ausência de novas metodologias priva esse setor de experiências e incentivos que poderiam levá-lo a considerar novas formas de ensino que não foram ainda suficientemente exploradas. ⁣
⁣
A Pedagogia Waldorf, criada há 100 anos, poderia ser mais difundida, pois baseia-se na ideia de liberdade humana, convencida de que amor, confiança e entusiasmo, em vez de ambição, medo e a competição, possam dotar as crianças e os jovens com a serenidade e as forças que lhes serão indispensáveis para avançar em um mundo incerto, realizar seu projeto de existência e contribuir para o progresso do homem.⁣
⁣
Se quiser saber mais sobre a Pedagogia Waldorf, conheça os livros publicados  em português acessando o link na nossa bio, na seção Pedagogia Waldorf.⁣
⁣
⁣
#educacaoparapaz #rudolfsteiner #pedagogiawaldorf #antroposofia #omnisciencia #criancasaudavel #educacaoinfantil #primeirainfancia #pedagogiainfantil #pedagogia #steiner #infanciasaudavel #livrospedagogiawaldorf⁣
#pedagogia  #educacao
  • A Pedagogia Waldorf, desenvolvida por Rudolf Steiner, seria uma alternativa para a educação na nossa sociedade?⁣

    O sistema de ensino atual mostra, em todos os lugares, a crise dos sistemas educacionais tradicionais que visam exclusivamente à formação do intelecto e à transmissão do conhecimento abstrato. ⁣

    A ausência de novas metodologias priva esse setor de experiências e incentivos que poderiam levá-lo a considerar novas formas de ensino que não foram ainda suficientemente exploradas. ⁣

    A Pedagogia Waldorf, criada há 100 anos, poderia ser mais difundida, pois baseia-se na ideia de liberdade humana, convencida de que amor, confiança e entusiasmo, em vez de ambição, medo e a competição, possam dotar as crianças e os jovens com a serenidade e as forças que lhes serão indispensáveis para avançar em um mundo incerto, realizar seu projeto de existência e contribuir para o progresso do homem.⁣

    Se quiser saber mais sobre a Pedagogia Waldorf, conheça os livros publicados em português acessando o link na nossa bio, na seção Pedagogia Waldorf.⁣


    #educacaoparapaz #rudolfsteiner #pedagogiawaldorf #antroposofia #omnisciencia #criancasaudavel #educacaoinfantil #primeirainfancia #pedagogiainfantil #pedagogia #steiner #infanciasaudavel #livrospedagogiawaldorf
    #pedagogia #educacao

  •  1,136  15  10 November, 2019
  • Como não sentir culpa, se desde pequenos somos ensinados a procurar o culpado de tudo?
.
"Quem mexeu aqui?" .
"Quem derrubou isso?" .
"Quem bateu primeiro?" .
E ao invés de sermos ensinados a nos responsabilizarmos e procurarmos soluções, focamos em nos livrar da culpa, pra poder, assim, ter sucesso.

Acontece que é em casa que "a vida real" acontece pra criança. Ela entende o mundo pela sua experiência familiar e se o que lhe é ensinado é que "encontrar o culpado" é a solução dos problemas, é isso o que ela vai reproduzir.

O que isso tem demais? Além de gerar falta de confiança e autoestima ainda na infância, essas crianças se tornam adultos ansiosos que não conseguem resolver a própria vida sem se vitimizar, afinal, ele não pode ser o culpado, lembra?

Nosso cérebro passa a nos sabotar então, como num sistema de defesa, onde o foco é sempre culpabilizar, mesmo que no final a culpa caia sob você.

Ensine seu filho a buscar soluções, a se responsabilizar sabendo que esse é o certo a se fazer, e não procurando culpados por medo do que possa acontecer. .

Já você, use a sua culpa como um impulsionador pra resolver os seus problemas.  Porque só assim é possível sair desse ciclo vicioso e realmente mudar🌷 Bons estudos 📚 Camila Menon @educarepreciso
  • Como não sentir culpa, se desde pequenos somos ensinados a procurar o culpado de tudo?
    .
    "Quem mexeu aqui?" .
    "Quem derrubou isso?" .
    "Quem bateu primeiro?" .
    E ao invés de sermos ensinados a nos responsabilizarmos e procurarmos soluções, focamos em nos livrar da culpa, pra poder, assim, ter sucesso.

    Acontece que é em casa que "a vida real" acontece pra criança. Ela entende o mundo pela sua experiência familiar e se o que lhe é ensinado é que "encontrar o culpado" é a solução dos problemas, é isso o que ela vai reproduzir.

    O que isso tem demais? Além de gerar falta de confiança e autoestima ainda na infância, essas crianças se tornam adultos ansiosos que não conseguem resolver a própria vida sem se vitimizar, afinal, ele não pode ser o culpado, lembra?

    Nosso cérebro passa a nos sabotar então, como num sistema de defesa, onde o foco é sempre culpabilizar, mesmo que no final a culpa caia sob você.

    Ensine seu filho a buscar soluções, a se responsabilizar sabendo que esse é o certo a se fazer, e não procurando culpados por medo do que possa acontecer. .

    Já você, use a sua culpa como um impulsionador pra resolver os seus problemas. Porque só assim é possível sair desse ciclo vicioso e realmente mudar🌷 Bons estudos 📚 Camila Menon @educarepreciso

  •  2,062  66  13 November, 2019
  • Por muito tempo a criação de filhos era baseada na comunidade. Famílias numerosas que moravam na mesma casa, vizinhos, parentes e amigos, formavam a rede de apoio pra se educar as crianças.

Hoje a comunidade é virtual e o acesso a informação é irrestrito. Mas ao mesmo tempo que as tecnologias facilitam as nossas vidas, existe o lado ruim desse acesso: absolutamente qualquer pessoa pode postar o que quiser na internet, sem qualquer controle da informação.

E aí que, sintomas de resfriado se transformam em tuberculose, criança sem atenção vira autista e absolutamente tudo é resolvido com "amor e gentileza". .
Manuais milagrosos são criados, novos métodos de sucessos são reiventados com nomes diferentes e é nessa hora que "profissionais" formados num curso de final de semana, ou os "gurus extremistas" entram em ação com seus discursos fundamentalistas onde apenas o que eles "pregam" é verdade,

É importante entender todas as vertentes do assunto, só assim é possível que você construa uma opinião coerente sobre o que fazer ou não, mas em determinado momento é importante que você se decida pelo que acredita pra então se aprofundar nos estudos.

Acho incrível essa disseminação sobre parentalidade, pessoas abordando e discutindo à respeito, mas curso de final de semana e 2 filhos não é currículo pra fazer intervenção na família dos outros, baby!

Blogueira materna que fala de #criaçãocomapego sem entender de desenvolvimento infantil, que indica remédio sem ser pediatra, que fala que a vida materna é "leve" com 2 empregados em casa, podem ser referência como? .

Autoresponsabilidade é essencial nesse processo. Não existe manual pra criar filhos e enquanto você estiver a "procura de um guru" com todas as respostas pra sua vida, você continuará sendo o alvo ideal pra esses "profissionais". .
Então a decisão é sua, continuar atrás da manada ou fazer diferente e REALMENTE estudar e entender o que é melhor pra você e sua família. Bons estudos 📚 Camila Menon @educarepreciso
  • Por muito tempo a criação de filhos era baseada na comunidade. Famílias numerosas que moravam na mesma casa, vizinhos, parentes e amigos, formavam a rede de apoio pra se educar as crianças.

    Hoje a comunidade é virtual e o acesso a informação é irrestrito. Mas ao mesmo tempo que as tecnologias facilitam as nossas vidas, existe o lado ruim desse acesso: absolutamente qualquer pessoa pode postar o que quiser na internet, sem qualquer controle da informação.

    E aí que, sintomas de resfriado se transformam em tuberculose, criança sem atenção vira autista e absolutamente tudo é resolvido com "amor e gentileza". .
    Manuais milagrosos são criados, novos métodos de sucessos são reiventados com nomes diferentes e é nessa hora que "profissionais" formados num curso de final de semana, ou os "gurus extremistas" entram em ação com seus discursos fundamentalistas onde apenas o que eles "pregam" é verdade,

    É importante entender todas as vertentes do assunto, só assim é possível que você construa uma opinião coerente sobre o que fazer ou não, mas em determinado momento é importante que você se decida pelo que acredita pra então se aprofundar nos estudos.

    Acho incrível essa disseminação sobre parentalidade, pessoas abordando e discutindo à respeito, mas curso de final de semana e 2 filhos não é currículo pra fazer intervenção na família dos outros, baby!

    Blogueira materna que fala de #criaçãocomapego sem entender de desenvolvimento infantil, que indica remédio sem ser pediatra, que fala que a vida materna é "leve" com 2 empregados em casa, podem ser referência como? .

    Autoresponsabilidade é essencial nesse processo. Não existe manual pra criar filhos e enquanto você estiver a "procura de um guru" com todas as respostas pra sua vida, você continuará sendo o alvo ideal pra esses "profissionais". .
    Então a decisão é sua, continuar atrás da manada ou fazer diferente e REALMENTE estudar e entender o que é melhor pra você e sua família. Bons estudos 📚 Camila Menon @educarepreciso

  •  2,479  47  11 November, 2019
  • Eu tenho PAVOR de espaço infantil cheio. Não me entenda mal, não é por conta das crianças, mas pela indiferença dos adultos que acham que porque o "local é pra criança" então ela pode fazer o que bem quiser.

Me cansei de ver crianças no parquinho, gritando, empurrando, sendo inconvenientes com outras crianças e os responsáveis simplesmente não dando a mínima.

Certa vez, em um play café (uma área com cafeteria pros pais assistirem seus filhos brincando na área pra crianças) ouvi uma mãe dizendo que aquela, era a hora do dia que ela "não tinha filho", se referindo ao filho que berrava e corria loucamente pelo local enquanto ela, de costas pra área infantil, conversava com mais duas mulheres.
. "Ah Camila, mas o local é pensando pra criança, qual o problema?" O problema é que não é porque o local foi pensando na segurança e no divertimento da criança que você tem que deixá-la gritando e "causando o terror" no local, porque "é normal", como se pra ser criança seja obrigatório ser inconveniente, ficar gritando, chorando ou se jogando no chão. .

Pergunto: você iria tolerar esse comportamento se estivesse num shopping ou restaurante, por exemplo? Então porque a criança deve respeitar o outro e o meio, apenas quando é conveniente pra você?

A criança precisa ser direcionada sobre como se comportar no meio e como respeitar o outro, mesmo que seja enquanto ela brinca, porque ela não consegue fazer essa diferenciação de forma tão clara sozinha, entende? 
Ou seja, ela vê o outro fazendo e acha que pode fazer também e se não tem ninguém pra orienta-la, acredite, ela não vai descobrir esse limite sozinha.

Já percebeu como nesses locais, quando um grupo começa a correr e gritar em pouco tempo, a maioria das crianças esta fazendo o mesmo?

Importante mencionar, não é pra tirar a criança da brincadeira, porque ela tem que ficar sentada e quieta, não se trata disso. Mas é importante ter equilíbrio, é importante que acima da diversão, exista o respeito com o meio e com o próximo e o mais importante: que você não esteja no local, vendo tudo isso e se comporte como se o filho não fosse seu.

Bons estudos 📚🌹 Camila Menon @educarepreciso
  • Eu tenho PAVOR de espaço infantil cheio. Não me entenda mal, não é por conta das crianças, mas pela indiferença dos adultos que acham que porque o "local é pra criança" então ela pode fazer o que bem quiser.

    Me cansei de ver crianças no parquinho, gritando, empurrando, sendo inconvenientes com outras crianças e os responsáveis simplesmente não dando a mínima.

    Certa vez, em um play café (uma área com cafeteria pros pais assistirem seus filhos brincando na área pra crianças) ouvi uma mãe dizendo que aquela, era a hora do dia que ela "não tinha filho", se referindo ao filho que berrava e corria loucamente pelo local enquanto ela, de costas pra área infantil, conversava com mais duas mulheres.
    . "Ah Camila, mas o local é pensando pra criança, qual o problema?" O problema é que não é porque o local foi pensando na segurança e no divertimento da criança que você tem que deixá-la gritando e "causando o terror" no local, porque "é normal", como se pra ser criança seja obrigatório ser inconveniente, ficar gritando, chorando ou se jogando no chão. .

    Pergunto: você iria tolerar esse comportamento se estivesse num shopping ou restaurante, por exemplo? Então porque a criança deve respeitar o outro e o meio, apenas quando é conveniente pra você?

    A criança precisa ser direcionada sobre como se comportar no meio e como respeitar o outro, mesmo que seja enquanto ela brinca, porque ela não consegue fazer essa diferenciação de forma tão clara sozinha, entende?
    Ou seja, ela vê o outro fazendo e acha que pode fazer também e se não tem ninguém pra orienta-la, acredite, ela não vai descobrir esse limite sozinha.

    Já percebeu como nesses locais, quando um grupo começa a correr e gritar em pouco tempo, a maioria das crianças esta fazendo o mesmo?

    Importante mencionar, não é pra tirar a criança da brincadeira, porque ela tem que ficar sentada e quieta, não se trata disso. Mas é importante ter equilíbrio, é importante que acima da diversão, exista o respeito com o meio e com o próximo e o mais importante: que você não esteja no local, vendo tudo isso e se comporte como se o filho não fosse seu.

    Bons estudos 📚🌹 Camila Menon @educarepreciso

  •  2,319  127  10 November, 2019
  • Algumas crianças enfrentam problemas de autoestima desde cedo. Apelidos, comparações e ofensas estão presentes no cotidiano escolar de muitas delas.
E um dos principais aspectos que geram zoações é o cabelo, principalmente o cabelo afro.Querendo ou não esse tipo de cabelo ainda é visto por muitos como feio, e os adultos acabam passando essa cultura para as crianças.
Já ouvi diversas vezes falas como " o cabelo dela é duro", " seu cabelo é feio" e isso me entristece muito.
É preciso trabalhar a auto estima das nossas crianças, isso é um assunto importante e deve ser conversado em sala de aula.
Hoje contei uma história chamada " o cabelo de lelê"com direito a peruca  para trabalhar essa temática. Após a leitura coloquei a peruca nas crianças e pedi para que elas se olhassem no espelho e fui explicando que cada um tem um tipo de cabelo e que há beleza em todos eles.
Eles gostaram bastante e o mais legal foi ver a cara de felicidade de uma das crianças que tem o cabelo cacheado e volumoso em se sentir representada.
E para finalizar eu digo, REPRESENTATIVIDADE IMPORTA SIM!
Meu insta pessoal: @_moreiradany
#educacaoinfantil #pedagogia #pedagogiaporamor #criancas #afro #autoestima #livros #representatividade #primeirainfancia #pedagoga #studygram #studygrambr #studygrambrasil #studies #likeforlikes #sdv #rtb
  • Algumas crianças enfrentam problemas de autoestima desde cedo. Apelidos, comparações e ofensas estão presentes no cotidiano escolar de muitas delas.
    E um dos principais aspectos que geram zoações é o cabelo, principalmente o cabelo afro.Querendo ou não esse tipo de cabelo ainda é visto por muitos como feio, e os adultos acabam passando essa cultura para as crianças.
    Já ouvi diversas vezes falas como " o cabelo dela é duro", " seu cabelo é feio" e isso me entristece muito.
    É preciso trabalhar a auto estima das nossas crianças, isso é um assunto importante e deve ser conversado em sala de aula.
    Hoje contei uma história chamada " o cabelo de lelê"com direito a peruca para trabalhar essa temática. Após a leitura coloquei a peruca nas crianças e pedi para que elas se olhassem no espelho e fui explicando que cada um tem um tipo de cabelo e que há beleza em todos eles.
    Eles gostaram bastante e o mais legal foi ver a cara de felicidade de uma das crianças que tem o cabelo cacheado e volumoso em se sentir representada.
    E para finalizar eu digo, REPRESENTATIVIDADE IMPORTA SIM!
    Meu insta pessoal: @_moreiradany
    #educacaoinfantil #pedagogia #pedagogiaporamor #criancas #afro #autoestima #livros #representatividade #primeirainfancia #pedagoga #studygram #studygrambr #studygrambrasil #studies #likeforlikes #sdv #rtb

  •  1,186  34  11 November, 2019
  • Vamos brincar?! ☺️ Compartilhe suas respostas para rirmos juntos! 
Aproveite a brincadeira para dialogar sobre diferenças com as crianças. Cabe ao adulto tratar gordo/magro, alto/baixo como características e não com conotação negativa. Jô Soares por exemplo, não aceita que o chamem de gordinho, diz que é gordo e ponto. Isso precisa ser encarado como algo negativo? Não. Precisamos ensinar a criança que gordo ou magro é uma característica e não algo para se envergonhar.  Vamos trazer pra casa para que a criança veja com um olhar crítico que palavras são apenas palavras, o filtro quem faz sobre o que significam somos nós. ♥️
  • Vamos brincar?! ☺️ Compartilhe suas respostas para rirmos juntos!
    Aproveite a brincadeira para dialogar sobre diferenças com as crianças. Cabe ao adulto tratar gordo/magro, alto/baixo como características e não com conotação negativa. Jô Soares por exemplo, não aceita que o chamem de gordinho, diz que é gordo e ponto. Isso precisa ser encarado como algo negativo? Não. Precisamos ensinar a criança que gordo ou magro é uma característica e não algo para se envergonhar. Vamos trazer pra casa para que a criança veja com um olhar crítico que palavras são apenas palavras, o filtro quem faz sobre o que significam somos nós. ♥️

  •  1,484  134  13 November, 2019
  • Desde antes das minhas filhas nascerem já era a favor do colo irrestrito e amava ter uma criança em meus braços.
.
Quando a primeira nasceu bradei aos quatro ventos: colo não vicia nem acostuma mal!
.
E hoje vim dizer que estava errada. Colo vicia sim!
.
Vicia a mãe que se derrete toda cada vez que tem aqueles pequenos braços enrolados em si.
Que não resiste aos bracinhos levantados pedindo colo mesmo quando as costas teimam em doer.
Que insiste para que a criança aprenda a caminhar um pouco mais no chão ao mesmo tempo que torce para que ela cresça bem devagarinho.
Que acha que o cheiro de cabelinho suado no pescoço é mais gostoso que o de qualquer perfume francês.
.
Colo vicia. Vicia tanto que as vezes até sufoca. Cansa. Sobrecarrega. Mas o vicio do amor fala mais forte. E a gente abre os braços e fortalece as costas: pode vir, meu amor. Esse colo é seu, para sempre!
.
#montessori #colo #vidademae #querocolo #colodemae #maternidadereal #criacaocomapego #maternidadesemneura #neuropediatria #pediatria #criandolacos #infancia #infanciafeliz #primeirainfancia #maesfelizes #maioramordomundo
  • Desde antes das minhas filhas nascerem já era a favor do colo irrestrito e amava ter uma criança em meus braços.
    .
    Quando a primeira nasceu bradei aos quatro ventos: colo não vicia nem acostuma mal!
    .
    E hoje vim dizer que estava errada. Colo vicia sim!
    .
    Vicia a mãe que se derrete toda cada vez que tem aqueles pequenos braços enrolados em si.
    Que não resiste aos bracinhos levantados pedindo colo mesmo quando as costas teimam em doer.
    Que insiste para que a criança aprenda a caminhar um pouco mais no chão ao mesmo tempo que torce para que ela cresça bem devagarinho.
    Que acha que o cheiro de cabelinho suado no pescoço é mais gostoso que o de qualquer perfume francês.
    .
    Colo vicia. Vicia tanto que as vezes até sufoca. Cansa. Sobrecarrega. Mas o vicio do amor fala mais forte. E a gente abre os braços e fortalece as costas: pode vir, meu amor. Esse colo é seu, para sempre!
    .
    #montessori #colo #vidademae #querocolo #colodemae #maternidadereal #criacaocomapego #maternidadesemneura #neuropediatria #pediatria #criandolacos #infancia #infanciafeliz #primeirainfancia #maesfelizes #maioramordomundo

  •  2,137  172  6 November, 2019