#Paizo Instagram Photos & Videos

Paizo - 20.3k posts

Hashtag Popularity

5.4
average comments
877
average likes

Latest #Paizo Posts

  • Hi, Theodora the Kobold here. We’ve got Goblin Pox on our end so we apologise for the delay on our socials. Here are episode 15 #spoilers without context announce our new episode! Listen wherever you find your #podcasts ! ⠀
⠀⠀
#pathfinder2e #d20 #podcast #actualplay #paizo
  • Hi, Theodora the Kobold here. We’ve got Goblin Pox on our end so we apologise for the delay on our socials. Here are episode 15 #spoilers without context announce our new episode! Listen wherever you find your #podcasts ! ⠀
    ⠀⠀
    #pathfinder2e #d20 #podcast #actualplay #paizo

  •  12  0  20 hours ago

Top #Paizo Posts

  • “Cerena, a aprendiz de espadachim”

Art: @smv_studio -
— -Que lugar enorme... Bem que me disseram que Valfar era uma cidade populosa... Cerena caminhava pelas ruas de terra apreciando as grandes construções de monólitos. A igreja tocava um enorme sino, fazia com que as pessoas se apressassem pra um ritual matinal. Um homem esbarrou na jovem e fez uma carranca de desgosto. -Olha por onde anda menina! Disse um velho que cruzava seu caminho com algumas peças de ferro sobre o colo.
-Desculpe. Disse Cerena escondendo um meio sorriso de vergonha.
Cerena carregava uma enorme espada as costas, procurava por um homem conhecido por Rufgar, o impiedoso. Segundo o mentor de sua vila, Rufgar aperfeiçoaria sua luta com espadas.
-Onde será que está esse tal de Rufgar, será que é alto e forte? Ou será que é um daquele generais poderosos que eu vi em meus sonhos?.
Cerena se aproximou de uma instalação onde alguns homens armados faziam a escolta da entrada. Os portões eram adornados por um símbolo de combate, logo Cerena presumiu que seria ali que deveria estar! -Olá?! O senhor Rufgar se encontra?
Os dois homens se entre olharam e permaneceram em silêncio. -Oooiii... Cerena acenava com a mão e fitava os homens nos olhos, mas sem sucesso de resposta.
-RUFGAR! RUFGAR! Gritou.
-Está louca menina? Disse com voz rude um dos homens apontado a arma para a moça.  Este é um lugar sagrado! Rufgar se apresentará quando estiver pronto, ele já sabe de sua presença!
-Então eu espero aqui? Tudo bem... As horas se passaram, e o estômago de Cerena roncava como nunca! freou o ímpeto de sair de lá quando uma senhora transportou uma torta fresca de maçã sobre seu nariz... -Eu deveria ter pedido um pedaço... Droga! 
Rompendo os devaneios da aprendiz de espadachim, um homem com uma túnica marrom desbotado disse:
-Está procurando por mim jovem? -Eu estou procurando um homem forte e poderoso chamado Rufgar! Ele deve ter uns dois metros e cabelos loiros e uma armadura de platina que reluz ao sol!
-Haha. Sinto desaponta-la, mas eu sou Rufgar! O instrutor para espadachins de Valfar! Vamos entrar!
-Eu realmente esperava outra coisa... -
-Desculpe o que disse?
-Nada não... Só pensei alto...
  • “Cerena, a aprendiz de espadachim”

    Art: @smv_studio -
    — -Que lugar enorme... Bem que me disseram que Valfar era uma cidade populosa... Cerena caminhava pelas ruas de terra apreciando as grandes construções de monólitos. A igreja tocava um enorme sino, fazia com que as pessoas se apressassem pra um ritual matinal. Um homem esbarrou na jovem e fez uma carranca de desgosto. -Olha por onde anda menina! Disse um velho que cruzava seu caminho com algumas peças de ferro sobre o colo.
    -Desculpe. Disse Cerena escondendo um meio sorriso de vergonha.
    Cerena carregava uma enorme espada as costas, procurava por um homem conhecido por Rufgar, o impiedoso. Segundo o mentor de sua vila, Rufgar aperfeiçoaria sua luta com espadas.
    -Onde será que está esse tal de Rufgar, será que é alto e forte? Ou será que é um daquele generais poderosos que eu vi em meus sonhos?.
    Cerena se aproximou de uma instalação onde alguns homens armados faziam a escolta da entrada. Os portões eram adornados por um símbolo de combate, logo Cerena presumiu que seria ali que deveria estar! -Olá?! O senhor Rufgar se encontra?
    Os dois homens se entre olharam e permaneceram em silêncio. -Oooiii... Cerena acenava com a mão e fitava os homens nos olhos, mas sem sucesso de resposta.
    -RUFGAR! RUFGAR! Gritou.
    -Está louca menina? Disse com voz rude um dos homens apontado a arma para a moça. Este é um lugar sagrado! Rufgar se apresentará quando estiver pronto, ele já sabe de sua presença!
    -Então eu espero aqui? Tudo bem... As horas se passaram, e o estômago de Cerena roncava como nunca! freou o ímpeto de sair de lá quando uma senhora transportou uma torta fresca de maçã sobre seu nariz... -Eu deveria ter pedido um pedaço... Droga!
    Rompendo os devaneios da aprendiz de espadachim, um homem com uma túnica marrom desbotado disse:
    -Está procurando por mim jovem? -Eu estou procurando um homem forte e poderoso chamado Rufgar! Ele deve ter uns dois metros e cabelos loiros e uma armadura de platina que reluz ao sol!
    -Haha. Sinto desaponta-la, mas eu sou Rufgar! O instrutor para espadachins de Valfar! Vamos entrar!
    -Eu realmente esperava outra coisa... -
    -Desculpe o que disse?
    -Nada não... Só pensei alto...

  •  2,200  20  26 October, 2019
  • “O renegado de Curcuvan”
—
Art by: Helder Almeida
—

Naquela noite fria, Baldur havia renegado sua ordem! Teria se abdicado naquele instante dos anos de amizade e companheirismo por poder. Após a chacina, o guerreiro se ajoelhava observando sua lâmina tomar forma, como haviam lhe dito os pergaminhos sombrios que encontrara outrora.
Sua lâmina exibia os rostos em labaredas flamejantes, que quase lambiam seu rosto, iluminavam uma feição desiludida... Baldur, ainda se perguntava se fora a escolha certa...Quando de repente, ouve um tossido. Alguém ainda estava respirando, era um dos guardas da ordem. Estava gravemente ferido, conspia sangue pelos lábios quando balbuciou:
-Agora você será o guerreiro mais forte que já existiu em Curcuvan Baldur, parabéns... O guerreiro caído tossiu fortemente mais uma vez, limpando inutilmente o sangue da boca com as costas da mão.
-Baldur o observava pelo canto dos olhos, se decidia ainda se o executaria ou o deixaria viver para que contasse como executou um exército sozinho. Deixaria que contasse como sua capa de cor branca e vermelha flutuavam no sereno da noite. Deixaria que contasse como sua lâmina fora feroz naquela noite, efetuando golpes inimagináveis, em arco em círculo e estocadas poderosas... Baldur se levanta lentamente, deixando a cabeça pender para baixo. Caminhando na direção do amigo e sobrevivente, Baldur encosta a lâmina ardente no peito do guerreiro, o fazendo urrar de dor mais uma vez...
Mas desta vez, a dor era para que o sangue estancasse, e o guerreiro ainda ficasse vivo... ao caminhar em direção ao seu próximo destino, o guerreiro olha por cima do ombro e lança um saco de moedas de ouro para trás e diz:
Se reerga amigo, um dia espero te reencontrar, para que você me alegre com mais uma luta de espadas... esboçando um leve sorriso de canto de boca, o guerreiro parte, em busca do desconhecido com sua lâmina iluminando a escuridão em uma noite sem luar.

#dnd5e #dungeonmaster #dungeonsanddragonss #dungeonsanddragons5e #d20 #tabletorpg #ttrpg #dndcharacter 
#dandd #dungeonsanddragonsstart #rpgdemesa #rpgbrasil #dungeons #jogodetabuleiro #paizo #dndnext #dungeonmasterlife
#roleplayingame #pathfinderrpg
  • “O renegado de Curcuvan”

    Art by: Helder Almeida


    Naquela noite fria, Baldur havia renegado sua ordem! Teria se abdicado naquele instante dos anos de amizade e companheirismo por poder. Após a chacina, o guerreiro se ajoelhava observando sua lâmina tomar forma, como haviam lhe dito os pergaminhos sombrios que encontrara outrora.
    Sua lâmina exibia os rostos em labaredas flamejantes, que quase lambiam seu rosto, iluminavam uma feição desiludida... Baldur, ainda se perguntava se fora a escolha certa...Quando de repente, ouve um tossido. Alguém ainda estava respirando, era um dos guardas da ordem. Estava gravemente ferido, conspia sangue pelos lábios quando balbuciou:
    -Agora você será o guerreiro mais forte que já existiu em Curcuvan Baldur, parabéns... O guerreiro caído tossiu fortemente mais uma vez, limpando inutilmente o sangue da boca com as costas da mão.
    -Baldur o observava pelo canto dos olhos, se decidia ainda se o executaria ou o deixaria viver para que contasse como executou um exército sozinho. Deixaria que contasse como sua capa de cor branca e vermelha flutuavam no sereno da noite. Deixaria que contasse como sua lâmina fora feroz naquela noite, efetuando golpes inimagináveis, em arco em círculo e estocadas poderosas... Baldur se levanta lentamente, deixando a cabeça pender para baixo. Caminhando na direção do amigo e sobrevivente, Baldur encosta a lâmina ardente no peito do guerreiro, o fazendo urrar de dor mais uma vez...
    Mas desta vez, a dor era para que o sangue estancasse, e o guerreiro ainda ficasse vivo... ao caminhar em direção ao seu próximo destino, o guerreiro olha por cima do ombro e lança um saco de moedas de ouro para trás e diz:
    Se reerga amigo, um dia espero te reencontrar, para que você me alegre com mais uma luta de espadas... esboçando um leve sorriso de canto de boca, o guerreiro parte, em busca do desconhecido com sua lâmina iluminando a escuridão em uma noite sem luar.

    #dnd5e #dungeonmaster #dungeonsanddragonss #dungeonsanddragons5e #d20 #tabletorpg #ttrpg #dndcharacter
    #dandd #dungeonsanddragonsstart #rpgdemesa #rpgbrasil #dungeons #jogodetabuleiro #paizo #dndnext #dungeonmasterlife
    #roleplayingame #pathfinderrpg

  •  2,646  9  29 October, 2019
  • “Os dois caminhos do Paladino”
—
Art by: Ryan Van Dongen
—

O nobre paladino buscava respostas... caminhava até um monastério em Curcuvan, capital dos paladinos e monges de Pelor Deus do sol, e Bahamuth o dragão de platina. Ao se aproximar da floresta de Curcuvan percebe um monge em uma túnica branca que simbolizava a paz de espirito. Ele retirava a neve acumulada na entrada da estrada. O paladino estava aflito e ansiava por alguma palavra do monge. Foi então, que 
Perguntado pelo monge se ainda era um Herói do povo, o nobre paladino responde:
“Eu falei com Bahamuth o Dragão de platina hoje. E ele disse que esta envergonhado! O que eu me tornei ? O que eu fiz... Eu falei com Tiamat a rainha dos dragões maléficos hoje. E ela jura que não é culpada! E eu entendi, porque eu sinto o mesmo... De braços abertos, eu permaneço sozinho. Eu não sou nenhum herói e não sou feito de pedra.. Certo ou Errado, eu mal posso dizer... Se estou do lado errado do Céu.. Ou do lado justo do Inferno!"
Ajoelhado sobre a neve macia, o paladino ansiava por ajuda, ansiava por uma nova direção! O paladino esperava e reencontrar o verdadeiro caminho da paz!
—
Diga nos comentários o que achou!!!
—

#dnd5e #dungeonmaster #dungeonsanddragonss #dungeonsanddragons5e #d20 #tabletorpg #ttrpg #dndcharacter 
#dandd #dungeonsanddragonsstart #rpgdemesa #rpgbrasil #dungeons #jogodetabuleiro #paizo #dndnext #dungeonmasterlife
#roleplayingame #pathfinderrpg
#instanerd #instageek #geek #jogosdemesa #rpgsp #rpgbh #rpgsp #tormenta #tormentarpg #tormenta20
  • “Os dois caminhos do Paladino”

    Art by: Ryan Van Dongen


    O nobre paladino buscava respostas... caminhava até um monastério em Curcuvan, capital dos paladinos e monges de Pelor Deus do sol, e Bahamuth o dragão de platina. Ao se aproximar da floresta de Curcuvan percebe um monge em uma túnica branca que simbolizava a paz de espirito. Ele retirava a neve acumulada na entrada da estrada. O paladino estava aflito e ansiava por alguma palavra do monge. Foi então, que
    Perguntado pelo monge se ainda era um Herói do povo, o nobre paladino responde:
    “Eu falei com Bahamuth o Dragão de platina hoje. E ele disse que esta envergonhado! O que eu me tornei ? O que eu fiz... Eu falei com Tiamat a rainha dos dragões maléficos hoje. E ela jura que não é culpada! E eu entendi, porque eu sinto o mesmo... De braços abertos, eu permaneço sozinho. Eu não sou nenhum herói e não sou feito de pedra.. Certo ou Errado, eu mal posso dizer... Se estou do lado errado do Céu.. Ou do lado justo do Inferno!"
    Ajoelhado sobre a neve macia, o paladino ansiava por ajuda, ansiava por uma nova direção! O paladino esperava e reencontrar o verdadeiro caminho da paz!

    Diga nos comentários o que achou!!!


    #dnd5e #dungeonmaster #dungeonsanddragonss #dungeonsanddragons5e #d20 #tabletorpg #ttrpg #dndcharacter
    #dandd #dungeonsanddragonsstart #rpgdemesa #rpgbrasil #dungeons #jogodetabuleiro #paizo #dndnext #dungeonmasterlife
    #roleplayingame #pathfinderrpg
    #instanerd #instageek #geek #jogosdemesa #rpgsp #rpgbh #rpgsp #tormenta #tormentarpg #tormenta20

  •  1,563  13  5 November, 2019